14 dezembro 2009

Antonio Nunes e Júlio Pêgo/Inauguram exposição colectiva na Ordem Médicos

A inauguração da exposição de cerâmica e escultura teve a presença da Drª Isabel Caixeiro e da Drª Nídia Zózimo ( com o artista António Nunes). A Drª Nídia Zózimo com o sr. Orlando Leite (o mais antigo funcionário da Ordem dos Médicos, ainda em funções). Um simpático casal, Drª Fátima Moreira e José Paulo. O escritor e poeta Adalberto Alves com António Nunes O Juiz Conselheiro Dr.Ernesto Calejo, família e Drª Anabela Rodrigues. A inauguração foi muito concorrida, com muitos amigos e admiradores da obra dos dois artistas. Cada exposição é um acto de cultura, convívio e confraternização, um encontro de muitas sensibilidades. Uma oportunidade oferecida pela Ordem dos Médicos ao público em geral e aos seus associados em particular. Psicoarte endereça as felicitações ao núcleo organizador. Deixa aqui expresso a elevada qualidade e originalidade artística dos trabalhos em cerâmica de António Nunes, também distinto médico psiquiatra. A exposiçao poderá ser visitada diàriamente e prolongada até 15 de Janeiro 2010, por sugestão da Presidente da Secção Sul da Ordem dos Médicos, Drª Isabel Caixeiro.

05 dezembro 2009

Exposição Escultura (Júlio Pêgo) e Pintura (Antonio Nunes).Galeria Arte Ordem Medicos.Convite

A Ordem dos Médicos tem o prazer de convidar V. Ex.ª e família para a Inauguração da Exposição Colectiva de JÚLIO PÊGO E ANTÓNIO NUNES a realizar no dia 11 de Dezembro (6.ª feira), pelas 19.30 horas, na Sede da Secção Regional do Sul da Ordem dos Médicos. Av. Almirante Gago Coutinho, 151 Patente ao público até 31 de Dezembro de 2009 Horário: 2.ª a Sábado, das 10 às 22 horas

25 novembro 2009

Jorge Custódio/Doutoramento em Arquitectura Universidade Évora

Hoje dia 25 Novembro 2009 prestou provas públicas para Doutoramento o Dr. Jorge Custódio. A Tese tem como título: " Renascença" Artística e Práticas de Conservação e Restauro Arquitectónico em Portugal durante a 1ª República. Foi orientada pelo Prof.Dr. Virgolino Jorge e foi submetida a um Júri constuído por sete Doutores na elegante Sala dos Actos da Univerdade de Évora. Psicoarte esteve presente e apreciou o elevado grau de sapiência do Doutorando que foi Aprovado com a mais elevada classificação: " por distinção unamidade e louvor". A Tese com mais de 2000 páginas escritas e com fotografias e mapas, muitos dos quais inéditos, realçou o papel da 1ª República na conservação e restauro. Nela houve uma "renascença"artística, marcando a diferença em relação à epoca anterior da Monarquia, onde se permitiram centenas de casos de vandalismo do nosso património arquitectónico. Segundo um dos arguentes, esta tese "é de grande erudição e fôlego, à maneira antiga, uma tese duma vida, uma arqueologia de saberes, de grandes intelectuais demiurgos, como tem sido Jorge Custódio, professor prestigiado e reconhecido, sem ter necessidade de se submeter a provas de doutoramento". Pelo próprio Júri e pela imensa assistência, homens de Letras, Artes e Ciências, amigos, familiares, alunos e discípulos do candidato a Doutor, assistimos mais que tudo a "uma verdadeira Lição de um Mestre". Psicoarte endereça as melhores felicitações ao novo Doutor Jorge Custódio.

23 novembro 2009

Daniel Nave na Arte Lisboa/ Gal.Antonio Prates.2009

Daniel Nave apresenta na Arte Lisboa, que encerra hoje, um novo olhar da sua pintura
com uma mancha abstractizante, parecendo romper com o passado. Psicoarte regista aqui este novo caminho do conceituado Pintor.

15 novembro 2009

Dueto Polibã/ Miguel&Naná-Ciclo Conferências Banalidades

A Ana Cruz Henriques e o Miguel formaram recentemente um Dueto musical, ele no piano ou viola e ela no canto. Animaram a parte musical do Ciclo de Conferências Banalidades em 16 de Julho e em 5 de Novembro último. Daqui o meu agradecimento, sabendo que estão a caminhar no mundo artístico musical e têm já em agenda uma intervenção em Santarém. Psicoarte ressalta a qualidade artística do Dueto Polibã, com música ligeira e agradável de se ouvir e sonhar. Bom sucesso! video

29 outubro 2009

2º CICLO CONFERÊNCIAS BANALIDADES- Santiago Alquimista

O IFICT dirigido pelo Encenador Adolfo Gutkin, deu início ao 2º Ciclo de Conferências sobre Banalidades. O escritor e Embaixador José Fernandes Fafe proferiu no dia 8 de Outubro a 1ª Conferência: "Banalidades". No passado dia 22 Outubro 2009, o conhecido Sexólogo A. Santinho Martins proferiu uma brilhante conferência, com encenação própria, abordando o tema: " O Direito ao Sexo". Adolfo Gutkin declamou um poema de Nicolas Guillen, "Son del Desahucio". Animaram também a sessão, a Actriz Paula Freitas e o Actor José Gil. No próximo dia 5 de Novembro 2009, às 18.30, no mesmo local (Santiago Alquimista, Rua Santiago, nº 19, junto ao Miradouro de Santa Luzia), o Dr. Joshua Ruah, distinto médico urologista e membro da Comunidade Judaica em Lisboa, abordará o tema: "Da Vida e da Morte". Psicoarte associa-se a este promissor Ciclo de Conferências e deixa aqui o Convite.
O Ciclo é quinzenal e termina em 3 de Dezembro 2009 com uma esperada Conferência a cargo do Apresentador habitual: o ilustre Psiquiatra Dr. Álvaro Luz e Siva, "Caprichos da História".

19 outubro 2009

Virgínia Goes- A Comunicação e o Xadrez na Arte.

No dia 29 de Outubro 2009, a Artista Plástica Virginia Goes vai inaugurar uma Exposição de pintura: A Comunicação e o Xadrez na Arte". Terá lugar às 19 horas na Fundação Portuguesa Comunicações, Rua Instituto Industrial, 16, em Lisboa (a Santos). Tel. 21 4107195. Psicoarte divulga o convite e endereça à Pintora votos do maior sucesso.

14 julho 2009

Siderurgia Psiquiátrica. Conferência Santiago Alquimista

Integrando o "ciclo de conferências sobre banalidades" organizado pelo Instituto de Formação e Investigação e Criação Teatral (IFICT), Rua de Santiago, nº19 em Lisboa(Santiago Alquimista), terá lugar na próxima 5ª Feira, dia 16 de Julho 2009, às 18.30, a última conferência do ciclo, com o título "Siderurgia Psiquiátrica". O conferencista convidado é Júlio Pêgo, promotor deste blogue. Aqui fica o convite, com entrada livre. Será seguido por um momento musical de Jazz e um beberete. A Arte, Psiquiatria e Escultura irão estar de mãos dadas nesta impensável conferência. Psicoarte agradece a Adolfo Gutkin o honroso convite.

20 maio 2009

Prémios da SOPEAM- Escultura e Poesia ( Celestino Gomes e António Patrício)

A Sociedade Portuguesa de Escritores e Artistas Médicos atribuiu, em sessão solene, no dia 16 de Maio 2009, os prémios de Escultura (Celestino Gomes) ao Dr. Manuel Fortuna Martins e o de Poesia (António Patrício) à Drª Maria Sameiro Barroso, referentes ao ano 2008. De realçar a capacidade criativa original da escultura em bronze "Homenagem a Cruzeiro Seixas" e a notável obra poética "As Vindimas da Noite".
Na sessão foi ainda atribuído o Prémio de Teatro"Marcelino Mesquita" ao Prof. Dr. Armando Moreno, com duas obras: "Amato Lusitano-Judeu errante" e "O sapateiro filósofo".
Psicoarte endereça os parabéns e aplauso cultural aos médicos escritores e artista premiados.

04 maio 2009

Maria José Aguiar. C.C.Congressos- Caldas Rainha

Esta pintura de Maria José Aguiar , s/Título, acrílico s/Tela de 1973, está patente ao público no magnífico espaço do Centro Cultural e Congressos em Caldas da Rainha. Integra parte da Colecção da Caixa Geral de Depósitos, aí em exposição temporária até 14 de Junho 2009. A exposição intitulada de Malangatana a Pedro Cabrita Reis. Dá a conhecer obras de Eduardo Nery, Escada, Álvaro Lapa, Eduardo Malta, Calhau, Paula Rêgo, Reinata Sadinha, Pomar e Jorge Vieira, entre outros. Aqui fica o esforço notável que a C.G.D. está a fazer, a bem da arte em Portugal, adquirindo obras portuguesas desde 1983 . Fernando Calhau, o primeiro responsável, definiu os anos 60 como ponto de partida para a Colecção. Sabendo nós, que o Estado esteve muito tempo alheio ao modernismo, aqui fica este registo.

20 abril 2009

Casal do Lago: Um jardim com arte.

A escultura vive ao ar livre gosta especialmente de habitar o espaço de jardim. No Casal do Lago, algures no Ribatejo, pode-se observar da via pública uma casa rodeada por um pequeno lago. À sua volta, esculturas em ferro e inox dialogam com as árvores, arbustos e flores. Uma delas, mais atrevida, emerge do lago e por vezes brota água... para contentamento dos peixes, rãs e especialmente de uma tartaruga, a Sá. A sua dona, a Inês, filha da Filomena e do João Prates, como não tinha já espaço aquático em Lisboa, numa cerimónia de grande significado afectivo, deu neste lugar férias permanentes ao simpático animal. Como animal de estimação, vem comer à mão pedaços de carne crua, camarão seco,maçãs, pão, etc. Deste modo, o Casal do Lago proporciona à vida um lugar de paz e tranquilidade, a bem do encontro com a arte.

video

15 abril 2009

S/Título. Óleo s/Tela. 60x50. 2009

No espaço, o plano é uma pista onde aterra a imaginação, os pontos e as linhas, ao sabor da brisa, da luz, na tentativa de superar o tempo geométrico. A pintura surge da necessidade de irmos além da sensação, ao encontro da descoberta íntima, numa espécie de revelação quase divina.

26 março 2009

Óleo S/Tela. S/Título. 73x92

A sideralidade é uma atracção, um procurar mais além, na tentativa de nos conhecermos, na introspecção cada vez mais necessária.

27 fevereiro 2009

Escultura ? Fotografia?

A natureza surpreendo-nos. Esta imagem arenítica foi captada hoje num belo passeio à beira mar na ilha de Porto Santo. Ao sol, na companhia da vegetação rasteira, ergue-se na sua imponência, alheia à maior parte dos passeantes. Faz-nos lembrar aquela frase: "a natureza, esse belo escultor..."

18 fevereiro 2009

Esfinge . Acrílico S/Tela. 80x60.Ano 2007

A figura mítica da esfinge, desde o antigo Egipto, tem sido representada no nosso imaginário escultórico ou pictórico.Freud recuperou-a na psicanálise.
Monstro fabuloso com cabeça humana e corpo de leão, relega-nos para o mistério, o enigma. Quando foi apresentada ao público a Exposição "Aquém e Além do Símbolo" no Convento de Cristo, este quadro não foi mostrado, pois a mostra de carácter mais abstracto o excluiu.

10 fevereiro 2009

José de Guimarães

José de Guimarães é um exemplo perfeito de um artista que se impôs a si próprio, contra ventos e marés. Após uma carreira de engenharia militar encetou um percurso artístico, sem a ajuda dos galeristas e críticos de Portugal. Com arte e engenho conquistou espaços internacionais, da Bélgica ao Japão, sendo actualmente um dos artistas portugueses mais reconhecidos.

03 fevereiro 2009

Escultura em Inox- S/Título.Ano 2005. 230x80x60

A dureza do aço inox contrasta com a serenidade e a ternura envolvente. Num "pas de deux", junto à fronteira sebe de piracanta, acontece uma relação fixada no recato instante fugidio e eterno do enamoramento. Livre do olhar público, no espaço privado do jardim escondido, envergonhado e íntimo como dois namorados sem tempo.

12 janeiro 2009

Óleo S/Tela. S/Título.60x100cm.2008

Na continuidade do acto de pintar as imagens surgem e parece que se repetem. Os gestos agora são largos e soltos e deixam uma tranquilidade ainda persistentemente azul. Júlio Pêgo