24 outubro 2022


 A pintura anda de mãos dadas com o desenho. Desde a garatuja da infância, há um desenvolvimento da nossa percepção e construção da nossa realidade, que é diferente em cada um. A pintura do borrão, da mancha, só vai surgir mais tarde. Com a diluição dos limites, da forma, torna-se o meio de expressão essencial da Pintura.

06 julho 2022


Em 14 de Maio 2022, foram eleitos os novos corpos gerentes da SOPEAM, em Assembleia Geral Eleitoral para o Biémio 2022/2023. Foi eleita a nova Presidente da Direcção, Drª Maria José Leal, da qual se espera grande dinamização cultural dos Escritores Médicos e Artistas Médicos. Ao longo dos últimos anos, a distinta escritora, quer como Secretária-Geral, quer como Vice-presidente da SOPEAM, impulsionou actividade intensa, quer ao nível nacional, quer ao nível internacional. Foi Presidente da UMEAL (União de Médicos Escritores e Artistas Lusófonos) e colaboradora inexcedível da UMEM (Union Mondiale des Ecrivains Médecins), cujo próximo Congresso vai ter lugar em França- Versailles de 15 a 18 de Setembro 2022.

Deixamos aqui expresso a maior gratidão ao Presidente cessante, Dr. António Trabulo, que , mesmo em tempo de pandemia (2020/2021/2022) fez um trabalho notável e liderou trabalhos culturais, quer na Sede da Ordem dos Médicos quer pelo país.

 
 

22 maio 2021

"Mitose"- Videoarte

 

Mitose:obra de videoarte, edição e produção de Júlio Pêgo, ano 2020. Versão com 540.p

07 janeiro 2021

Boas festas. Bom ano 2021. Psicoarte+SOPEAM

                                Retrato de Bernardo Santareno
     Técnica mista S/Tela, 70x60, ano de 2020

Como Vice-Presidente da SOPEAM ( Sociedade Portuguesa de Escritores e Artistas Médicos), e homenageando Bernardo Santareno (1920-2020), aqui ficam expressos os melhores Votos de um Novo Ano 2021, cheio de novos projectos culturais e artísticos com sucessos e alegria, na esperança que este tempo de pandemia seja ultrapassado.
 Júlio Pêgo

 

30 abril 2020

Pintura a Acrílico/ No olhar do falcão-65x54-2019/20

No olhar do Falcão-Acrílico S/Tela-65x54-2019/20

O mundo animal exerce um fascínio no ser humano, especialmente à criança. A ave, normalmente fugidia, apresenta-se livre, domina a res extensa, a forma e o movimento, inacessível ao contacto próximo da res cogitans. Contudo, o falcão foi domesticado e apoiou a caça, particularmente na idade média. Hoje é ainda utilizado por ser predador de outras aves que podem perturbar o descolar e aterrar de aviões. Foi incluído na mitologia egipcia, signo que é também utilizado, na versão águia, o que voa mais alto, dominante na versão futebolística...

11 abril 2020

Noronha da Costa - Pintor-Cineasta-Arquitecto (1942-2020)


Faleceu, dia 9 de Abril 2020, o Pintor Luis Noronha da Costa. Noronha da Costa, Arquitecto, Cineasta e Artista Plástico. Tinha, para além da Pintura, uma grande paixão pelo Cinema. Realizou "O Construtor de Anjos" em 1960. Devido às dificuldades económicas na produção de cinema, para além de ter exercido a actividade de arquitecto, dedicou-se experimentalmente à criação de objectos. Era um esteta da luz, da cor e do movimento e, na pintura, em lugar de usar o pincel na criação na tela, fez recurso do aerógrafo, obtendo imagens por projecção, que embora não fosse o pioneiro ao nível mundial, foi um dos mais importantes cultores. Tive o privilégio de privar e partilhar ideias com Noronha da Costa, sobre a importância da Arte. Face ao mercado artístico escasso, nestes últimos anos sentiu dificuldades económicas, pese ter sempre a necessidade de criar, que embora ajudado, trabalhou até ao fim da sua vida
.

16 setembro 2019

Luiz Miguel Nogueira Roza Dias 1.1.1931-30.8.2019. In Memoriam

O Dr. Luiz Roza Dias foi um distinto médico cirurgião vascular, escritor, poeta e pintor que faleceu em 30 de Agosto de 2019. Pessoa de bom trato, comunicativo e afável era sobrinho-neto de Fernando Pessoa, dedicando-lhe palestras e conferências " O meu tio Fernando Pessoa", onde revelava aspectos intimistas, familiares e factos biográficos inéditos da sua vida. Dotado de fino sentido de argúcia e humor, referia que à custa da celebridade do seu tio: "brasileiros de passagem por Lisboa  batiam à porta e  pediam autógrafos como se eu fosse nossa senhora"... Era sócio da Sociedade de Escritores e Artistas Médicos (SOPEAM) e gentilmente acolheu-nos na sua casa em Castelo Rodrigo integrada num Encontro Cultural SOPEAM. Sem vaidades e com humor, como cirurgião vascular, intitulava-se a si próprio "canalizador"... Com espírito científico e pragmático, há anos, quando esteve doente, delineou e programou os passos de cirurgia ao intestino, a que foi sujeito, pelo colega cirurgião que escolheu. Amigo e colega de longa data, confidenciou a Psicoarte muitas destas vivências pessoais.
Não escondia dos seus amigos a  condição de maçom. Foi retratado em pintura com paramentos dos Altos Graus REAA, que só agora é revelado por ter passado ao "Oriente Eterno".
Até sempre querido amigo e colega.